Ninguém pediu, mas essa é a minha opinião sobre isso tudo

São seis da manhã e, diferente do que eu vejo das outras pessoas, eu tô aqui escrevendo porque me faz bem e por uma necessidade legítima minha. Tô vendo que esssa história toda só vai servir pra me deixar com mais raiva da futilidade e da superficialidade do mundo. Ver gente que eu conheço falando merda sem se dar ao trabalho de questionar nem é o que me incomoda tanto, mas sim o fato de tanta gente achar que está fazendo um favor pro mundo, como se fosse uma coisa nobre ou o que o valha.

Sempre fui a favor de questionar. Tudo. Tanto as pessoas próximas quanto as distantes de mim. Tanto os órgãos que têm poder quanto os que não têm. Mas daí que entra essa inversão de valores com a Tall Poppy Syndrome [link em inglês] [melhor link em português que eu achei em pouco tempo, não li até o fim], que é tão absurdamente forte no Brasil, somada à possibilidade de ampliação de qualquer merda em não muito tempo que a internet dá. E se criam coisas como essa.

Até aí tudo bem. Essas coisas acontecem. O que me incomoda tanto é, de novo, esse bando de gente que simplesmente não reflete. Eu tenho tentado o máximo ver a situação de fora e abstrair e ver qual seria a minha opinião sobre tudo isso se eu tivesse vendo de fora. Mas é difícil, porque acabou evoluindo pra uma coisa tão pessoal. Mesmo que não me envolva, eu sei da história toda há meses. E eu sei o quão aumentado e ridículo tudo isso tá.

E nossa, vendo aquelas matérias, eu realmente me questiono sobre a nossa sanidade mental enquanto país. Independente de estar dentro ou fora da situação, o jeito que aquelas coisas foram escritas e mesmo o conteúdo é ridículo. No twitter, alguém leu a matéria antes de dar rt? Acho inconcebível que alguém leia aquilo e dê algum crédito. Parece que não pensam.

Além disso, a gente acabou de ver o quanto a internet é um celeiro de gente desocupada/mal-intencionada e agora com certa organização com o “cala boca galvão”. Isso não diz nada pra vocês? Preferem confiar num blogzinho ridículo de um bando de gente frustrada do que num órgão que mesmo tendo bilhões de problemas, pelo menos alguma tem cobrança ética?

E no final esse post não diz nada. Não vou dizer pra não perderem tempo lendo porque eu realmente sinto vontade de expor a minha frustração. Queria, inclusive, poder ser mais objetiva. Mas não vou me arriscar. Talvez em pouco tempo fique muito claro do que eu tô falando. Talvez já seja agora. De qualquer jeito, repito que escrevo (e isso não se aplica só a esse post) por uma necessidade minha de externar o que eu penso. Eu não tenho a intenção de informar sob nenhum aspecto, porque, de novo, eu sei o quão delicado e difícil isso é, e, pessoalmente, prefiro não me comprometer. E também não quero contar com a sensibilidade de gente como vocês pra não me entenderem mal. Eu sei que não posso.

Anúncios
Esse post foi publicado em desabafo, devaneios e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Ninguém pediu, mas essa é a minha opinião sobre isso tudo

  1. bruna disse:

    eu concordo plenamente contigo haha (engraçado que eu sempre concordo, mas né) as coisas tomam proporções gigantes pq as pessoas não tem a capacidade de questionar se o que tá sendo “vendido” tá certo, é absurdo ou não. tomam como verdade irrefutável, sempre. se for alguma coisa “subversiva” então hahaha saindo do meio tradicional das coisas que elas tão acostumadas a ouvir e alfinetando gente que elas não gostam por causa de ideias preconceituosas e pensar nas coisas como ENTIDADES e não como pessoas, putz, daí… hahaha bueno. to contigo, sempre. heuhe beijo

  2. Pingback: Nem Grécia tão incrível nem medievo tão terrível | devaneios (des)conexos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s